caixas de cloroquina
Reprodução/Twitter
Cloroquina


Após a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde, foi iniciado planejamento de protocolo que aprova o uso de cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento de pacientes infectados pela Covid-19 , doença transmitida pelo novo coronavírus. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) quer que estudo para aplicação no Sistema Único de Saúde (SUS) saia até a próxima semana.

Foi esse estudo que fez com que Teich ponderasse sobre sua permanência no caso. O ex-ministro soube da realização da pesquisa na noite de ontem, 14. Bolsonaro chegou a citar em sua live semanal no Facebook que esse seria o assunto da coletiva de hoje do MS.

O pedido de autorização será encaminhado ao general Eduardo Pazuello, que assume interinamente, e aprovado. No entanto, o estudo já foi iniciado por funcionários da pasta após demissão de Teich e deve ser publicado na próxima semana, em nota.

A recomendação atual foi dada pelo primeiro ex-ministro, Luiz Henrique Mandetta, que afirma que a cloroquina pode ser usada em casos graves. Mas Bolsonaro quer que o medicamento seja aplicado desde o início do tratamento.

    Veja Também

      Mostrar mais