Presídios de São Paulo têm 117 detentos confirmados com o novo coronavírus
Agência Brasil
Presídios de São Paulo têm 117 detentos confirmados com o novo coronavírus

A secretaria de estado da saúde de São Paulo atualizou hoje (8), em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, a situação da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no sistema prisional de São Paulo . Até o momento, são 117 detentos infectados , 8 mortes e 74 presos isolados com suspeita da doença.

Entre os servidores que atuam nos presídios do estado, foram realizados 202 testes, segundo o secretário José Henrique Germann. Destes, 28 foram confirmados com a doença e 7 funcionários foram a óbito.

Veja também: Mortes por Covid-19 são 3.979 no estado de São Paulo; casos chegam a 47.711

"Temos uma série de restrições que foram colocadas para a população que não está doente dentro dos presídios, no sentido de promoção e prevenção da transmissibilidade da doença", disse Germann .

Entre as medidas implementadas pelo governo de São Paulo, iniciadas a partir de 15 de março, estão a suspensão de visitas dos familiares e da entrega presencial de alimentos e outros itens, os chamados “jumbos”. Por prevenção, essas entregas agora devem ser feitas apenas através dos Correios.

Leia mais: Lockdown será inevitável em SP se isolamento não subir, indica estudo

As atividades religiosas e educacionais, com participação de integrantes externos, também foram suspensas, assim como as saídas temporárias de presos do regime semiaberto.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários