Brasil tem 135 mil pacientes infectados pela Covid-19, com 9,1 mil mortes
Divulgação / Prefeitura do Rio do Janeiro
Brasil tem 135 mil pacientes infectados pela Covid-19, com 9,1 mil mortes

O atraso na notificação das mortes causadas pela Covid-19 por parte do Ministério da Saúde causa a falsa impressão de queda. Entre as 610 mortes registradas no Brasil nas últimas 24 horas, 227 foram atualizações que dão volume aos números divulgados nos últimos três dias. 

LEIA MAIS: Brasil tem 9,1 mortes por Covid-19; confira os números

Segundo o especialista em microbiologia Dr. Atila Iamarino, essa característica é fruto de vários problemas, como atestados demorados e falta de testes. “Quando olhamos os óbitos pelo dia da morte, o atraso de registro cria a falsa impressão de que caem”, afirma o Dr.Iamarino. “Olha como, conforme os dias vão avançando, mesmo as mortes de dias atrás ainda continuam subindo. As mortes registradas hoje mostram quantos morreram bem antes. O que ainda mostra quantos estavam infectados lá atrás”.

Segundo o Dr.Iamarino, o Brasil está “tropeçando em corpos, sem saber o que acontece agora”. O ex-Secretário Executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou em seu perfil no Twitter que o atraso na notificação pode ser um problema mundial. “Todas as plataformas de monitoramento, no mundo, informam novos casos e novos óbitos na data de confirmação”, disse.

Tabela de mortes e casos confirmados da Covid-19 no Brasil
Divulgação/Ministério da Saúde
Tabela de mortes e casos confirmados da Covid-19 no Brasil



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários