Ricardo Barros, então ministro da Saúde (de pé), ex-presidente Michel Temer e Osmar Terra, à época ministro do Desenvolvimento Social e Agrário
Marcos Corrêa/PR - 14.9.16
Ricardo Barros, então ministro da Saúde (de pé), ex-presidente Michel Temer e Osmar Terra, à época ministro do Desenvolvimento Social e Agrário

O deputado federal Ricardo Barros (PP), ex-ministro da Saúde do governo de Michel Temer, testou positivo para o novo coronavírus (Sars-Cov-2). A informação foi confirmada pelo próprio em rede social na noite deste sábado (25).

Leia também: Dois pacientes graves de Covid-19, um leito e um médico para decidir

O ex-ministro da Saúde de Temer disse que está internado na Santa Casa de Maringá, no norte do estado do Paraná, desde a sexta-feira (24). Ricardo Barros afirmou ainda que seu quadro de saúde é estável e apresenta "boa evolução" desde a internação.

"Agradeço a família, profissionais de saúde e amigos pelo apoio e orações", escreveu o deputado, que antes havia visto seu irmão, o deputado e ex-prefeito de Maringá, Silvio Barros (PP), contrair a Covid-19 . Ele chegou a ficar internado entre 30 de março e 3 de abril, mas se recuperou.

Maringá é o terceiro município com o maior número de mortes causadas pela Covid-19, com cinco óbitos confirmados, atrás apenas de Curitiba, com 14, e Londrina, com 12. Maringá tem, segundo a prefeitura, 64 casos confirmados da doença, tendo cinco pessoas internadas (três em UTI), sete em isolamento e 46 recuperadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários