SUS
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
83% dos pacientes que vieram a óbito estavam no grupo de risco, diz Secretaria da Saúde

Segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo, 167 novos óbitos por Covid-19 foram confirmados no estado nas últimas 24 horas, totalizando 1.512. O novo coronavírus (Sars-CoV-2) marca presença em 124 municípios, infectando 17.826 pacientes.

LEIA MAIS: Brasil tem 3,6 mil mortes e 52,9 mil contaminados pela Covid-19

A maior parte dos óbitos está concentrada na Grande São Paulo e no litoral, correspondendo a 66% dos casos no estado. Há 6,4 mil suspeitos e confirmados internados em hospitais, sendo que 2.477 estão na UTI e 3.976 na enfermaria. 

A Secretaria de Saúde ainda revela que a taxa de ocupação dos leitos para atendimentos da Covid-19 nas UTIs do estado está em 57,7%, crescendo dois pontos percentuais nas últimas 24 horas. Em pontos da Grande São Paulo, a taxa de ocupação é de 76,9%.

Idosos são os mais afetados

Os dados revelam que 890 homens e 622 mulheres faleceram da doença em São Paulo. A mortalidade é maior na faixa entre 70 e 79 anos (387 óbitos), seguida por 60 e 69 anos (337) e 80 e 89 anos (303). A secretaria também registra a morte de 120 pessoas acima de 90 anos. 

As autoridades alertam que a taxa de mortalidade também é alta para pacientes entre 50 e 59 anos (189), entre 40 e 49 (104) e 30 e 39 anos (54). Por fim, 18 pessoas abaixo de 29 anos morreram na capital. 

O Governo de Sâo Paulo divulga que 59,9% dos pacientes que vieram a óbito sofrem de cardiopatia, 42% são diabéticos, 13,2 % sofrem de pneumonia e 12,1% tem doença renal. Segundo a Secretaria de Saúde, 83% dos pacientes que morreram em São Paulo estavam no grupo de risco.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários