Mulher é detida suspeita de aplicar “gotinhas milagrosas” contra Covid-19 arrow-options
Divulgação/Prefeitura de Guarujá
Materiais foram detidos

Uma mulher foi detida em Santos, litoral de São Paulo, nesta segunda-feira (20), após ser flagrada aplicando uma solução em gotas que ela prometia que daria imunidade contra o Covid-19. Segunda a Prefeitura da cidade, ela se declara neuropsicopedagoga, profissão que não é regulamentada, e foi indiciada por curandeirismo.

Leia também: Coronavírus no Brasil: acompanhe a situação no País em tempo real

A Guarda Civil Metropolitana de Santos havia recebido uma denúncia e ao chegar no local indicado, encontrou a mulher, vestida de avental branco, medindo a pressão arterial de uma pessoa. Ela foi levada para a delegacia e declarou que estava atendendo gratuitamente e que a solução em gotas contra Covid-19 que aplicava era feita com florais doados por uma farmácia de manipulação. 

A suspeita foi liberada após a chegada de seu advogado e se comprometeu a apresentar certificados de sua formação profissional. Frascos de remédios e a substância que ela teria ministrado para imunizar contra o Covid-19 foram detidos para serem analisados.


    Veja Também

      Mostrar mais