Demissão de Luiz Mandetta deve acontecer essa semana
Pablo Jacob/Agência O Globo
Demissão de Luiz Mandetta deve acontecer essa semana

O presidente Jair Bolsonaro  se manifestou na manhã desta quarta-feira (15) sobre a provável demissão do ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta.  "Resolveremos a questão da Saúde no Brasil para tocar o barco", disse a apoiadores que o aguardavam na saída do Palácio da Alvorada. "Estou fazendo a minha parte."

Bolsonaro, que não quis falar com a imprensa, ouviu algumas cobranças de pessoas que se aglomeraram em frente à residência oficial e se mostrou incomodado. "Se eu parar aqui para ouvir cada um com um problema, não paro mais", disparou.

Veja também: Bolsonaro tem lista com possíveis nomes para assumir Saúde, diz jornal

Segundo informações divulgadas ontem pelo jornal Folha de São Paulo, Mandetta está ciente de que deixará o cargo e conversou com membros da pasta com tom de despedida, dizendo que aguarda a escolha do substituto para deixar o ministério.

Leia mais: Ainda não há droga com eficácia comprovada contra Covid-19, aponta levantamento

Os mais cotados para o cargo são Osmar Terra , ex-ministro da cidadania, e Antônio Barra , almirante e diretor da Anvisa. Ambos são médicos e defensores do modelo de 'isolamento vertical', o qual só restringe a circulação de pessoas que fazem parte dos grupos de risco, como idosos e indivíduos com doenças preexistentes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários