David Uip, coordenador do centro de contingência do Covid-19 arrow-options
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
David Uip

As cidades do ABC Paulista já contam com 70% dos leitos de UTIs ocupados por pacientes de Covid-19 , segundo informou em coletiva nesta quarta-feira (15) David Uip, médico infectologista e coordenador do Comitê de Combate ao Coronavírus em São Paulo. "Estamos vendo um aumento indiscutível no número de casos tanto em ambientes de UTI quanto em ambientes de enfermeria, que são os casos menos graves."

Uip afirmou ainda que participou de uma reunião com reitor do Centro Universitário do ABC, onde foi informado que número de internados supera 70% da capacidade de leitos. "Essa condição se assemelha ao que apresentamos em alguns hospitais de são Paulo, como o Hospital das Clínicas", disse ele. "O aumento no número de mortes demonstra a gravidade de muitos casos. Por isso, há necessidade de mantermos as medidas de isolamento mantidas pelo governo de São Paulo", afirmou o médico. 

O estado de São Paulo conta com 9.371 casos confirmados , com 695 óbitos contabilizados, de acordo com o último boletim divulgado pela secretaria da saúde. Quanto às internações, conta com 1.143 pacientes em terapia intensiva e 1.215 em enfermarias.

Veja mais: Coronavírus no Brasil: acompanhe a situação no país em tempo real 

Perguntado se há uma estimativa de quando todos os leitos estarão ocupados no estado, o secretário de Saúde, José Henrique German disse que situação começa a preocupar a partir do final de maio. "A partir do mês de maio e, após os novos leitos que iremos colocar, a partir do final de julho. Então nós temos duas reservas de leitos, vamos chamar assim, uma que deve lotar até o final de maio e outra que deve lotar até o final de julho", completou.

Percentual de isolamento nas cidades do ABC Paulista (dados de terça-feira, 14)

  • Mauá: 54%
  • Diadema: 53%
  • Santo André: 52%
  • São Bernardo do Campo: 51%

As demais cidades não entraram na análise.

    Veja Também

      Mostrar mais