marcelo crivella arrow-options
Agência Brasil
Prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella

Em uma transmissão pela internet na noite de segunda-feira, o prefeito Marcelo Crivella exibiu gráficos feitos por especialistas da UFRJ simulando a evolução da pandemia da Covid-19 no Rio.

Leia também: Maior jornal da Itália dá nota 2 de 10 para Bolsonaro durante pandemia

Os dados mostram que se o confinamento for relaxado e tiver a adesão de apenas 40% da população, a capital fluminense pode chegar a mais de 600 casos por dia do novo coronavírus até 25 de abril. Se o confinamento for mantido em 60%, o Rio deve registrar entre 400 e 500 casos no período. Os dados foram apresentados na reunião do gabinete de crise na segunda-feira.

Segundo o estudo, mesmo se a quarentena fosse retomada posteriormente, os casos acabariam se acelerando. Essa redução é considerada é essencial pela prefeitura para dar tempo aos hospitais se prepararem. "A gente precisa que os casos ocorram devagar para que a gente possa salvar vidas", diz o assessor da secretaria Municipal da Casa Civil, Alexandre Campos.

No vídeo, o prefeito Marcelo Crivella revelou que o ex-presidente ministro Omar Terra participou de forma virtual da reunião e emitiu opiniões. Terra esteve cotado para assumir o ministério da Saúde em meio a crise de relacionamento entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Luiz Henrique Mandetta .

Leia também: "Lava rápido humano" higieniza passageiros na estação de Osasco contra Covid-19

"Na pressão de grupos econômicos para retomar as atividades. Mas nossas decisões tomam como base avaliações da comunidade cientifica. Quase todos, foram a favor das medidas", disse.  Crivella disse ainda que continua com dificuldades para convencer idosos a se isolar em em hotéis.

    Veja Também

      Mostrar mais