Aeroporto Internacional de Manaus Eduardo Gomes
Wikimedia Commons
Aeroporto Internacional de Manaus Eduardo Gomes, vazio por conta da pandemia

Durante a live realizada na noite de ontem (13), o biólogo e pesquisador Dr.Atila Iamarino voltou a analisar casos de Covid-19 confirmados por municípios no Brasil. De acordo com a comparação entre contaminados e o número de leitos de UTI disponíveis na rede pública e privada, a Região Norte deverá ter o pior colapso da doença no Brasil.

LEIA MAIS: Segundo OMS, novo coronavírus é 10 vezes mais letal que a H1N1

“O Acre só tem UTIs na capital, que é Rio Branco. Isso quer dizer que se alguém pegar a Covid-19 longe da capital terá que viajar algumas horas de carro, ou dias de barco, para receber atendimento”, diz o Dr.Iamarino. “O Amapá só tem leitos de UTI na capital, em Macapá; Roraima só tem leitos de UTI em Boa Vista; e no caso do Amazonas, só há leitos de UTI em Manaus”.

“Há um caso de Covid-19 em Tabatinga (AM), que fica na fronteira com a Colômbia. Para chegar na UTI de Manaus, essa pessoa teria que pegar um voo de duas horas, ou fazer uma viagem de barco que pode durar dias. E não necessariamente os barcos saem todos os dias de lá, pois a mobilidade em Manaus foi reduzida”, afirma.

Atila Iamarino afirma que a falta de ar causada pela Covid-19 é súbita, e nos casos mais graves, o paciente precisa ser encaminhado para um respirador em questão de horas. Um hospital de campanha já está sendo montado na capital do Amazonas. Segundo o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, o colapso do sistema de saúde pública já aconteceu. Ainda há alguns poucos leitos de UTI disponíveis, mas não há médicos suficientes para atender todos os pacientes. 

“O que vai acontecer com a pessoa que contraiu a Covid-19 na fronteira? Ou ela viaja para Manaus, ou terá que contar com a sorte de não ser um quadro sério da doença”, lamenta o especialista. “E mesmo se o paciente chegar em Manaus, a rede de saúde de baixa capacidade poderá estar lotada”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários