Doria
Agência Brasil
Governador de São Paulo João Doria

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) mudou o tom nesta segunda-feira (13) sobre o isolamento social no estado. Após ameaçar prender quem se aglomerasse, Doria passou a falar em uma corrente de amor por parte da população que decide aderir pelo distanciamento.

Leia também: Carlos Bolsonaro volta a atacar imprensa: “Fazem jornalismo com vias retais"

"As pessoas estão respondendo positivamente estão dando prova de amor , de compreensão à vida, delas mesmas e entes queridos", disse. "Que isso continue e possamos celebrar aqui uma corrente de amor e com isso acelerarmos o processo para ultrapassar a crise", enfatizou Doria durante a coletiva diária no Palácio dos Bandeirantes que ocorreu na última sexta-feira (10). 

O foco do governador passou a ser as ações orientativas, como a criação de uma nova campanha. O tucano disse, contudo, que fiscais da Vigilância Sanitária vão orientar de forma educativa os comércios e serviços que estão descumprindo a quarentena. A ação será realizada com o apoio da Polícia Militar .

Leia também: Autor de plano de fuga para Marcola, traficante Fuminho é preso em Moçambique após 21 anos foragido

A contratação de 1.185 profissionais de saúde foi anunciada por Doria , que também anunciou que foi aberto um processo seletivo simplificado para 925 vagas de contratação temporária.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários