A Secretaria da Saúde de São Paulo vai manter a orientação repassada a hospitais e postos de saúde para notificar apenas casos graves do novo coronavírus (Sars-coV-2). As informações são do G1 .

Leia também: Walmart enfrenta processo após morte de funcionário por Covid-19

coronavírus
Pixabay/Hank Williams
coronavírus

A orientação, que foi revelada em 27 de março, provocou reação do Ministério Público de Contas do estado, que solicitou ao governo de São Paulo que voltasse a registrar em sistema todos os casos de Covid-19 , independente da gravidade.

Leia também: Covid-19: "teste do vinagre" ajuda a identificar pacientes assintomáticos

Na última quinta-feira (02), a Promotoria de Direitos Humanos do Ministério Público do Estado de São Paulo também instaurou inquérito para investigar a instrução.

Na última segunda-feira (6) o coordenador de Controle de Doenças da secretaria estadual, Paulo Menezes, confirmou ao site que permanece a orientação para que as Unidades Básicas de Saúde registrem apenas casos graves ou em profissionais de saúde.

email enviado a postos de saúde sobre a notificação apenas de casos graves de Covid-19
Reprodução
email enviado a postos de saúde sobre a notificação apenas de casos graves de Covid-19

Em março, a diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) do estado, Helena Sato, confirmou a orientação para notificar apenas pacientes internados e destacou que a medida é necessária para concentrar esforços nos casos graves.

Leia também: Covid-19: França é quinto país a ultrapassar marca de 100 mil casos confirmados

Funcionários de UBSs da capital afirmam que o exame de Covid-19  não era recomendado para pacientes com sintomas leves mas que agora a orientação é não notificar os casos no sistema.

    Veja Também

      Mostrar mais