Caixas de cloroquina
Reprodução/Twitter
Não há consenso sobre a eficácia da cloroquina no tratamento de Covid-19

Apesar da controvérsia sobre o emprego do medicamento, a Secretaria municipal de Saúde decidiu regulamentar e padronizar a aplicação da hidroxicloroquina e a cloroquina entre as possíveis alternativas para tratar pacientes com Covid-19 nos hospitais da rede municipal. As regras foram divulgadas nesta terça-feira em uma resolução da secretária municipal de Saude em exercício, Carolina Altoé Velasco, publicada no Diário Oficial. Normalmente, essas medicações são usadas para tratar pacientes de malária e outros pacientes com doenças autoimunes.

Leia também: Busca por hidroxicloroquina subiu 17.000% em farmácias on-line, diz pesquisa

Tanto a cloroquina quanto a sua variação, a hidroxicloroquina, foram liberadas pelo Ministério da Saúde , a critério médico, apesar de não terem sido indicados para o tratamento da Covid-19 pela Organização Mundial da Saúde ( OMS ).

Segundo a nota técnica, a medicação pode ser usada em casos graves da doença. Para isso, o paciente deve apresentar uma série de sintomas, definidos em um protocolo. Entre eles: dispneia (dificuldade de respirar caracterizada por respiração rápida), choque séptico e frequência respiratória abaixo da que é esperada para a faixa etária.

Antes de prescrever os medicamentos, os profissionais de saúde devem avaliar alguns parâmetros do paciente, como níveis de potássio e magnésio; e a frequencia cardíaca, variável conforme o sexo.

A aplicação da medicação é cercada por controvérsia. Em entrevista ao jornal O Globo , a pneumologista Margareth Dalcolmo, pesquisadora da Fiocruz , reforça que esses medicamentos são recomendados para pacientes com doença autoimune e malária. Muitos tiveram dificuldades de encontrar o remédio depois que ele passou a ser usado no tratamento da doença causada pelo coronavírus .

"Eu não prescrevo a hidroxicloroquina. É um medicamento que nem atrapalha nem ajuda, desde que o paciente não tenho problemas cardíacos. Quando tivermos estudo clínico da Fiocruz, poderemos dar uma informação científica", disse a especialista.

Leia também: Remédio usado para tratar Aids tem bom resultado contra a Covid-19, diz estudo

A titular da secretaria municipal de Saúde, Ana Beatriz Busch, que contraiu a doença e ficou internada por uma semana em uma unidade particular, recebeu doses de hidroxicloroquina durante o tratamento. Busch teve alta nesta segunda-feira.

    Veja Também

      Mostrar mais