Agência Brasil

cracolândia, em SP
Rovena Rosa/Agência Brasil
Prefeitura fechará Unidade Emergencial de Atendimento, Atende II, que presta serviços à população na região da Cracolândia


A Prefeitura de São Paulo informou que vai fechar a Unidade Emergencial de Atendimento, o Atende II, que oferece serviços à população em situação de rua na região do centro da cidade conhecida como Cracolândia . No ano passado, a administração municipal fechou as outras duas unidades do Atende que funcionavam na área, oferecendo alimentação, banho e pernoite.

Segundo a prefeitura, as mudanças fazem parte do cronograma do programa Redenção, implantado em 2017. Os serviços de atendimento vão ser prestados fora do bairro da Luz, onde está concentrada a população em situação de rua e com uso abusivo de drogas . Para isso, foi aberto na região da Armênia (zona norte), há cerca de dois quilômetros desse local, o Serviço Integrado de Acolhimento Terapêutico (SIAT I).

Leia também: Justiça proibe visitas em unidades prisionais em São Paulo

Mais distante, a pouco mais de três quilômetros, no bairro do Glicério, será aberto o Siat II, que pretende substituir o Atende fechado agora. Segundo informou a prefeitura, por nota, o objetivo é “melhorar o atendimento no acolhimento e no tratamento da saúde da população de usuários de álcool e drogas em situação de vulnerabilidade e que já faz uso do serviço de atenção integral”.

Leia também: Governo estadual inaugura hospital de campanha em SP

Os usuários dos serviços deverão ser levados de van para os novos locais de atendimento. “As pessoas abordadas no SIAT I serão encaminhadas, de maneira totalmente voluntária, humana e respeitando a singularidade de cada caso, ao SIAT II – Glicério e Porto Seguro. Os usuários são levados de vans e acompanhados pelos profissionais”, acrescenta o comunicado da prefeitura.

    Veja Também

      Mostrar mais