lazer
Shutterstock
Cena de uma Avenida Paulista cheia só deve voltar a acontecer dentro de alguns meses


Na última sexta-feira (03), o Google lançou a primeira versão de um levantamento que vai ajudar na detecção de tendências de movimentação das pessoas durante a pandemia da Covid-19. O principal objetivo é auxiliar as autoridades no combate à doença. 

As informações contidas no relatório são agregadas e anônimas, detectanbdo, ao longo do tempo, lugares como pontos de lazer, comércios, terminais de transporte, locais de trabalho e áreas residenciais. 

Segundo os dados, lugares que oferecem lazer, como restaurantes, cafés, shoppings, museus, livrarias e teatros tiveram, em média, uma queda na movimentação de 71% em todo o país. Os Estados do Pará e de Tocantins s]ao os que mais se movimentaram (-61%), enquanto que Santa Catarina foi a região que menos frequentou pontos de lazer, com uma diminuição de 80%.

Mas a ida a locais como supermercados e farmácias mantiveram maior frequência, um fato já previsível. A diminuição da presença nesses locais foi, em média, de 35% no país. Novamente, Santa Catarina se mostrou como o Estado mais responsável no quesito isolamento social e apresentou a maior queda de mobilidade nestes locais (-48%).

O levantamento do Google ainda aponta que a população brasileira diminuiu, em média, 62% a frequência em terminais de transporte, 34% em locais de trabalho e 70% espaços públicos como parques, praias e praças.

    Veja Também

      Mostrar mais