isolamento social
Pixabay
Celulares serão geolocalizados para transmitir informações sobre isolamento social

Dados sobre o isolamento social no Brasil durante a pandemia do Covid-19, novo coronavírus, foi lançado em Recife baseado na localização de celulares. A plataforma exibe os  números dos estados e do país e são atualizados diariamente. 

A tecnologia tenta compreender o comportamento de  localização  de 60 milhões de brasileiros. A segurança dos portadores dos  celulares , no entanto, é garantida pela In Loco, empresa que realiza o processamento dos dados. Os usuários não são identificados, o que garante a privacidade e o anonimato dos cidadãos. O site traz informações sobre como funciona a coleta de dados com o consentimento dos usuários. 

Monitoramento federal

As operadoras de telefonia móvel Algar, Claro, Oi, Tim e Vivo começaram a fazer uso de informações geolocalizadas para estudar e tentar conter o novo coronavírus . As informações passaram a ser fornecidas sobre a posição dos usuários ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que poderá fazer o repasse dos dados para todas as esferas do poder público.

Leia mais: "Todos terão contato com vírus”, diz secretário-executivo do Ministério da Saúde

A tecnologia estava sendo utilizada em outros países para conter aglomerações, como a Coreia do Sul, uma das maiores usuárias do recurso. Quando alguém é diagnosticado com Covid-19 , o governo tenta rastrear pessoas que passaram próximas e as notifica com uma mensagem para realizar o teste do novo coronavírus com o intuito de reduzir casos assintomáticos desconhecidos. 

    Veja Também

      Mostrar mais