Casos de Covid-19 podem ser muito maiores no Rio de Janeiro
Pixabay/Tumisu
Casos de Covid-19 podem ser muito maiores no Rio de Janeiro

O Secretário Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, afirmou durante uma entrevista ao programa RJTV que os casos de infectados pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) no estado pode ser dez vezes maior do que o anunciado oficialmente.

Leia também: 92% das mães da favela ficarão sem comida após um mês sem renda

"Provavelmente deve ter dez vezes mais casos do que a gente está vendo", disse Edmar, adiantando que a subnotificação não impacta o número de mortes registradas. "Mortos e casos graves a gente tem monitorado de perto". Ate a manhã desta sexta-feira (03) o Rio de Janeiro contabilizava 992 casos confirmados e 41 mortes pela Covid-19 (letalidade em 4,1%).

Durante a entrevista o secretário também informou que dos casos subnotificados, entre 60% e 70% são assintomáticos. Ele afirmou que 65 mortes suspeitas estão sob investigação para Covid-19.

Você viu?

Falta de testes impede número real de casos no estado

Edmar comunicou que, a partir da semana que vem, mais precisamente no dia 07 de abril, o estado do Rio de Janeiro começará a testagem em massa de pacientes com suspeita do coronavírus.

O secretário ainda defendeu o isolamento social por mais algum tempo para que a curva de contaminação diminuía. "Daqui a 15 dias a gente deve ter a horizontalização da curva. Isso só é possível com isolamento social , lembrando que a capital é onde tem 80% dos casos e só fez o isolamento há uma semana".

Leia também: Senado permite que igrejas passem a fazer reunião presencial durante pandemia

"A testagem em larga escala e o inquérito epidemiológico vão nos dar informações importantes para isso [prolongamento da quarentena]. Temos essas duas semanas, vamos ter como falar a partir daí. Mas, minimamente, a maioria dos países tem visto que menos de 2 meses não dá para fazer", finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários