São PAULO CASOS CORONAVÍRUS COVID-19
Divulgação/Seme
Guaianazes, na zona leste, não teria registrado nenhum caso, mas esse dado pode estar subnotificado pela falta de testes

Dos 2418 casos de coronavírus registrados na cidade de São Paulo, 374 estavam concentrados em apenas duas das 27 Unidades de Vigilância em Saúde (UVIS) que há na capial: as unidades sanitárias da Lapa/Pinheiros (Oeste)  e da Vila Mariana/Jabaquara (Sudeste).

Leia também: Coronavírus no Brasil: acompanhe a situação no País em tempo real

Nas unidades de Guaianazes e Itaim Paulista, bairros menos privilegiados na Zona Leste de São Paulo , ainda não havia nenhum caso registrado até a terça-feira (31), de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. Na unidade de Parelheiros, bairro periférico na Zona Sul, apenas um caso fora registrado. A secretária, no entanto, explica que há subnotificação nos números, já que estão faltando testes.

Internações

A capital de São Paulo já teve 745 pessoas internadas por Covid-19 em hospitais da cidade desde o início da crise. Dessas, 114 conseguiram se recuperar e receberam alta, cerca de 15,3% do total. Contudo, outras 118, o que equivale a 15,8% não se recuperaram e foram vítimas fatais da doença. 

Até a terça (31), havia 59 hospitais na capital com pessoas internadas. Os casos estão concentrados em  hospitais da rede Prevent Senior, o hospital Albert Einstein e o Oswaldo Cruz, com mais de 60 pacientes internados cada um. 

Leia também: De gripezinha a "não é tudo isso": vezes em que Bolsonaro minimizou coronavírus

Apenas seis dos 59 hospitais em São Paulo tinham mais de 30 pacientes internados, o que mostra a grande concentração dos casos em hospitais específicos – a maioria desses, privados. Vale ressaltar que o número, principalmente em hospitais públicos ou periféricos, pode estar subnotificado pela ausência de testes e pela demora para obter o resultado dos exames na rede pública.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários