sapucaí
Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
Marquês de Sapucaí


A partir desta segunda-feira (30) será instalado no sambódromo do Rio de Janeiro, Sapucaí , uma estrutura para receber moradores em situação de rua , dentre eles idosos e crianças, dentro dos esforços de evitar a disseminação do novo coronavírus

Salas de aula que funcionavam nas instalações do sambódromo foram adaptadas e transformadas em quartos para receber as pessoas. As obras terminaram no domingo (29) e hoje o prefeito Marcelo Crivella fará uma visita ao meio dia para inspecionar os resultados.

Leia também: "Ou o governo libera dinheiro ou o povo sairá para ganhar seu pão", adverte Lula

Oito salas de aulas, das três escolas diferentes que funcionam debaixo das arquibancadas da Sapucaí foram transformadas em quartos com leitos para receber prioritariamente idosos, crianças e mulheres grávidas.

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos gerenciou as obras, que entregam para uso três áreas distintas para entender respectivamente: até 128 homens adultos; uma área com 144 vagas para mães com crianças, gestantes e outras mulheres; e a terceira foi destinada aos idosos, com 120 vagas.

A Secretária disse ter recebido doações de etergentes, roupas de cama, toalhas de banho, ventiladores, copos, pratos e alimentos não perecíveis, que estão sendo distríbuidos para as pessoas em situação de rua em postos de atendimento dentro do sambódromo e em outras unidades espalhadas pelo bairro de Santo Cristo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários