isolamento social
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Comércio de rua do Rio de Janeiro fechado durante período de isolamento social

Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostra que quanto maior for a adesão de políticas de isolamento social por municípios brasileiros onde há casos de Covid-19, maior é o intervalo de tempo para a doença chegar em outras cidades, que podem se preparar para lidar com o coronavírus. O intervalo de tempo pode variar entre 10 e 75 dias, dependendo do grau de isolamento

Leia também: Coronavírus no Brasil: acompanhe a situação no País em tempo real

Quando o isolamento é leve, sem a redução do contato social e com a permanência de transportes intermunicipais, o Covid-19 demora em média 10 dias para chegar a outra cidade. 

Mas quando a adesão à quarentena é alta, com até 32% de isolamento dos habitantes em suas moradias e 80% da interrupção da circulação entre municípios, pode demorar até 75 dias para o coronavírus infectar um novo município.

O estudo

A análise foi feito pelo pesquisador Marcelo Gomes, do Programa de pós-doutorado em computação científica da Fiocruz. Ele cruzou dados do IBGE de origem e destino de passageiros de avião e de deslocamentos pendulares (pessoas que trabalham em uma cidade e moram em outra).

Leia também: De gripezinha a "não é tudo isso": vezes em que Bolsonaro minimizou coronavírus

O estudo analisou a vulnerabilidade das microrregiões brasileiras à chegada do novo coronavírus. Gomes afirma que a primeira onda de disseminação da doença, que começou em São Paulo e no Rio de Janeiro e levou o vírus para outras capitais e centros urbanos, já ocorreu. Contudo, ele explica que é possível tornar a segunda onde de transmissão do Covid-10 mais lenta por meio do isolamento .


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários