Mulher de 63 anos morreu em unidade de saúde de Miguel Pereira
Divulgação
Mulher de 63 anos morreu em unidade de saúde de Miguel Pereira


O Estado do Rio de Janeiro teve a primeira morte oficial confirmada pelo novo coronavírus . A Secretaria de Saúde e a prefeitura de Miguel Pereira , no Sul Fluminense, informaram, na manhã desta quinta-feira, que a vítima é uma mulher de 63 anos. A idosa apresentava comorbidades e fazia parte do grupo de risco para a Covid–19 . Essa é a quinta morte causada pelo vírus no Brasil. As outras quatro foram em São Paulo.

Mais cedo, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, afirmou que a morte de um idoso de 69 anos na cidade foi por coronavírus. Esse óbito ainda não entrou na estatística oficial do estado, pois ainda se aguarda o resultado da contraprova para confirmação.

A vítima de Miguel Pereira era diabética e hipertensa e apresentou sintomas no dia 15, domingo. A mulher deu entrada em uma unidade de saúde do município no dia seguinte, apresentou piora no quadro e veio a óbito na última terça, mesmo dia em que o material chegou para a análise do Lacen. Ela teve contato com paciente confirmado que viajou ao exterior.

Leia também: Familiares do homem morto por coronavírus estão internados em São Paulo

"Estamos todos consternados e tristes. Meus sentimentos a familiares e amigos. Esse vírus nos atinge a todos. É momento de reflexão e de pensarmos nos que mais amamos. É por isso que reforço para que as pessoas não saiam de casa, que orem e que acompanhem todas as orientações do Ministério da Saúde e da nossa Secretaria de Saúde, para que sigamos juntos unidos contra esse mal que assola o mundo", lamenta o governador Wilson Witzel .

Contato no trabalho

Na terça-feira, a prefeitura de Miguel Pereira divulgou pelas redes sociais a morte de uma mulher, de 63 anos, com sintomas da Covid-19 em um hospital da cidade. A paciente trabalhava na capital do Rio de Janeiro e esteve em contato direto com sua empregadora, que chegou da Itália e testou positivo ao Covid-19. A idosa deu entrada no Hospital Municipal Luiz Gonzaga já em quadro grave, vindo diretamente de seu ambiente de trabalho para a unidade de saúde.

    Veja Também

      Mostrar mais