covid-19
Divulgação / Polícia Civil
Materiais apreendidos na casa do falso médico.

Um farmacêutico foi preso após ser descoberto vendendo um suposto remédio contra o coronavírus. O caso aconteceu em Presidente Prudente, no interior de São Paulo e o homem, que se passava por médico, foi detido em flagrante pela polícia.

Leia mais: Coronavírus: Embaixada anuncia dois voos para buscar parte dos brasileiros retidos no Peru

Por meio de uma denúncia, a polícia soube que um homem estaria se aproveitando da pandemia para vender uma fórmula " milagrosa " contra o covid-19, o novo coronavírus. Toda a transação era feita pela internet .

Para sustentar a farsa, o homem que não teve identidade revelada usava um jaleco e se apresentava como especialista. A polícia conseguiu localizar o suspeito e realizar um mandado de busca em domicílio. 

A polícia constou no endereço, que fica em Álvares Machado, que o homem era farmacêutico com especialização em química, com mestrado e doutorado. Um mural com fórmulas anotadas e frascos diversos, além de etiquetas e embalagens foram recolhidos no local.

Leia também: PSOL aciona Eduardo no Conselho de Ética por declaração contra a China

A medicação custava entre R$ 20 e R$ 55, com frascos contendo 30,60 ou 90 cápsulas. Com o nome "ParowOff Coron", a medicação era comercializada online e divulgada no Facebook e Instagram. 

"Divulgue e ajude a salvar vidas", era uma dos slogans usados pelo falso médico ao alegar que a fórmula era " anticoronavírus ".


    Veja Também

      Mostrar mais