Trânsito em São Paulo
Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas
Rodízio em São Paulo ficará suspenso até segunda ordem

A Prefeitura de São Paulo anunciou a suspensão do rodízio de carros por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (17). A medida tem como objetivo conter o aumento de casos de contaminação pelo novo coronavírus na capital. Equipamentos culturais e sociais também serão fechados na cidade, com exceção dos que atendem pessoas em situação de rua.

O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) em entrevista ao apresentador José Luiz Datena , que é tido como um dos pré-candidatos à Prefeitura de São Paulo nas eleições de outubro deste ano.

"O rodízio está suspenso. Não só o rodízio, como todas as outras medidas, são por tempo indeterminado. A expectativa é que tenha um pico de crescimento da pandemia por três meses. Mas como vamos passar acompanhar isso diariamente não estamos dando prazo para nenhuma das medidas", disse o tucano.

Leia também: Covas vai tirar licença curta da prefeitura e nega que seja por conta da saúde

O prefeito também anunciou que trabalhadores da prefeitura acima de 60 anos e que estão em tratamento como quimioterapia poderão trabalhar de casa e que haverá aumento de vagas em hospitais.

"Em 20 dias vamos dobrar o número de leitos de UTI [Unidade de Terapia Intensiva]. Serão mais 490 na cidade para que possa se precaver. Todos os ônibus são lavados com água sanitária ao final da linha", afirmou.

    Veja Também

      Mostrar mais