bombeiro encontrado após morrer em resgate no Guarujá
Reprodução / Facebook
Cabo Marciel de Souza Batalha

Oficiais do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil encontraram na madrugada desta terça-feira o corpo do cabo Marciel de Souza Batalha. Ele foi uma das vítimas das chuvas que atingiram a Baixada Santista no último dia 3. Ele foi soterrado enquanto atuava no resgate de uma mãe e um bebê.

Leia também: Um ano após massacre, escola em Suzano será reaberta com medidas de segurança

Batalha foi encontrado no Morro do Macaco, no Guarujá, onde estão a maior parte das vítimas. Além dele, outro bombeiro também morreu na tragédia, o cabo Rogério de Moraes Santos, que já foi encontrado.

Segundo a última atualização, até o momento, o número de mortes causadas pela chuva na Baixada Santista é de 44. Outras 34 pessoas não foram localizadas, todos em Guarujá. Em Santos, foram registradas oito mortes e em São Vicente, três. O número de desabrigados é de 328 em Guarujá e 185 em Santos.

As buscas ocorrem, inclusive, no período da noite. Moradores têm auxiliados as equipes de salvamento. Técnicos do Instituto Geológico e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) monitoram os riscos nos locais de trabalho.

As chuvas que atingiram a Baixada Santista são resultado da Zona de Convergência do Atlântico Sul. Segundo o Climatempo, esse fenômeno típico do verão brasileiro consiste na formação de uma extensa faixa de nuvens que cruza o país, do Amazonas até o Rio de Janeiro.

Leia também: Obras do Rodoanel atrasam mais uma vez e conclusão agora é prevista para 2022

Até o momento, 32,1 toneladas de materiais de ajuda humanitária, como colchões, cobertores, cestas básicas, roupas, água sanitária, kits de limpeza, kits de higiene e água potável, foram disponibilizadas aos municípios afetados.

    Veja Também

      Mostrar mais