Temporais causaram mortes e destruições nas cidades da Baixada Santista
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Temporais causaram mortes e destruições nas cidades da Baixada Santista

No início da manhã deste sábado (7), a Defesa Civil do Estado de São Paulo divulgou atualizações sobre as tragédias causadas pela chuva na Baixada Santista desde o início da semana. Até o momento, foram registradas 39 mortes e 41 pessoas seguem desaparecidas.

De acordo com os dados divulgados, a cidade do Guarujá segue como a mais afetada pela chuva, com 27 mortes e 41 pessoas não localizadas até o momento, além de 248 desabrigados. Santos (oito óbitos e 185 desabrigados) e São Vicente (três mortes) também registraram perdas.

Até o momento, foram disponibilizadas 30,5 toneladas de materiais de ajuda humanitária aos municípios afetados, sendo: 15,6 toneladas (colchões, cobertores, cestas básicas, roupas, água sanitária, kits de limpeza, kits de higiene e água potável) para o depósito do Fundo Social de Santos de onde serão distribuídos, mediante solicitação, às defesas civis municipais; 11 toneladas (colchões, kits higiene, vestuário e limpeza, cestas básicas, água potável e fita de isolamento) a Guarujá; 2,9 toneladas (colchões, cestas básicas, kits de higiene, limpeza e vestuário) a Peruíbe; 1 tonelada (colchões) a Santos.

Além disso, foram disponibilizados equipamentos de proteção individual (luvas de raspa e capacetes) e baldes para o mutirão de voluntários que está atuando em apoio às equipes de salvamento no Guarujá.

No último dia 4, o governador João Doria homologou decretos municipais de situação de anormalidade de Guarujá (estado de calamidade pública), Santos e São Vicente (situação de emergência).

Previsão do tempo

O dia amanheceu com sol entre nuvens na Baixada Santista, condição que deve se manter ao longo do dia, com possibilidade de chuviscos isolados apenas no período da noite, sem o risco de temporais.

No domingo (8), há mudança com possibilidade de ocorrências de pancadas com intensidade fraca a moderada, à tarde e à noite, em toda a região, não excedendo os 5mm de volume.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários