Agência Brasil

deslizamento
Reprodução/TV Globo
Deslizamento no morro dos Macacos, no Guarujá, causou a morte de ao menos três pessoas

A Defesa Civil do Estado de São Paulo informou na noite desta quarta-feira (4) que 27 pessoas morreram e 22 estão desaparecidas em decorrência das fortes chuvas que atingiram a região da Baixada Santista na madrugada de terça-feira (3).

Segundo a nota divulgada pelo órgão, os municípios atingidos foram Guarujá (22  mortos e 16 desaparecidos), Santos (3 mortes e 5 desaparecidos) e São Vicente (2 mortes e 1 desaparecido). O número atual de desabrigados é de 151 no Guarujá, 3 em São Vicente, 150 em Santos e 102 em Peruíbe.

Leia também: 6 mil desabrigados e 5 mortes são reflexo da forte chuva no Rio de Janeiro

A Defesa Civil informou que disponibilizou 19,5 toneladas de materiais de ajuda humanitária aos municípios afetados, sendo 15,6 toneladas (colchões, cobertores, cestas básicas, roupas, água sanitária, kits de limpeza, kits de higiene e água potável) para o depósito do Fundo Social de Santos. De Santos, os materiais serão distribuídos mediante solicitação das defesas civis municipais. Também foram disponibilizados 1 tonelada (colchões) para o Guarujá e 2,9 toneladas (colchões, cestas básicas, kits de higiene, limpeza e vestuário) a Peruíbe.

No Diário Oficial do Estado desta quarta-feira foram publicados os decretos municipais de situação de anormalidade de Guarujá (estado de calamidade pública), de Santos e de São Vicente (situação de emergência). Os pedidos de calamidade pública e de situação de emergência seguem para a Defesa Civil Nacional para reconhecimento federal.

Leia Também: Bebê de 10 meses e 3 crianças estão entre vítimas fatais das chuvas na Baixada

A previsão para esta quinta-feira (5) é de céu nublado com possibilidade de chuva fraca e isolada ao longo do dia. O volume previsto não é significativo, no entanto, devido ao solo estar bastante encharcado, o alerta para risco de deslizamentos permanece vigente.

    Veja Também

      Mostrar mais