deputado
Reprodução
Deputado Jefferson Alves do PTB de Roraima usou uma motosserra para destruir o bloqueio feito por indígenas


Munido de alicate e uma motosserra, o deputado estadual Jeferson Alves (PTB-RR) derrubou nesta sexta-feira o bloqueio que controla o acesso à estrada que corta a Terra Indígena Waimiri Atroari, ocupada pelo povo Kinja , que costuma fechar a passagem da BR -174, que liga Manaus (AM) a Boa Vista (Roraima) durante a noite para impedir o trânsito de carros e caminhões como proteção à fauna local.

Diante das câmeras das Tvs locais e com a ajuda de apoiadores, o parlamentar cortou a corrente e serrou o tronco que a sustentava. Durante o ato, ele citou o presidente Jair Bolsonaro e afirmou que "nunca mais" a passagem será fechada.

"Presidente Bolsonaro: é pelo Brasil e não a favor dessas ONGs que maltratam o meu estado", disse o deputado enquanto cortava o bloqueio.

A Terra Indígena Waimiri Atroari é alvo de uma batalha jurídica envolvendo a construção de um linhão de transmissão de energia, proposto pelo governo federal e barrada pela Justiça. A linha está planejada para interligar Manaus a Boa Vista.

Os índios kinja promovem expedições para fiscalizar a entrada de invasores e uso ilegal de recursos naturais e são os responsáveis pelo monitoramento de atropelamento de fauna no trecho da BR-174. De acordo com o Instituto Socioambiental, 9.837 animais morreram atropelados entre 1997 e 2016.

A Funai ainda não se manifestou sobre a atitude do parlamentar

    Veja Também

      Mostrar mais