hóstia na mão de padre arrow-options
Reprodução
Hóstia não deverá ser dada diretamente na boca dos fiéis

Após o primeiro caso de coronavírus suspeito ser investigado na Paraíba , a Arquidiocese do estado recomendou a fiéis que evitem certos tipos de contatos tradicionais durante cerimônias católicas da região.

A recomendação, considerada como “comum” em casos de risco à saúde, é de que os sacerdotes só entreguem a hóstia nas mãos dos fiéis, e não diretamente na boca, e de que o momento da "paz de cristo", no qual os fiéis se cumprimetam, não ocorra.

Leia também: Ministério Público denuncia ex-governador da Paraíba por organização criminosa

Além das duas recomendações, também é pedido que os fiéis evitem dar as mãos na hora das orações. As recomendações valem para 35 cidades do litoral e agreste da Paraíba, entre elas, a capital João Pessoa.

    Veja Também

      Mostrar mais