IstoÉ

homem policial posando com artigos de nazismo arrow-options
Polícia Civil de Santa Catarina
Materiais foram apreendidos pela Polícia Civil de Santa Catarina

A Polícia Civil de Santa Catarina indiciou, nesta quinta-feira (23), um homem de 55 anos pelo crime de apologia ao nazismo . As informações são do jornal Folha de S.P aulo.

No último domingo (19), ele foi preso em flagrante, após ser denunciado por pendurar uma camiseta com a suástica na janela de casa, em São José, em Florianópolis.

Leia também: Casa de filho de vítima do Holocausto é pichada na Itália

Com ele foram apreendidos outra camiseta com o símbolo nazista, livros, computador e celulares. De acordo com o delegado Deonir Moreira Trindade, da Central de Plantão Policial, o homem já era conhecido por manifestar ideais nazistas em redes sociais.

As investigações agora vão analisar se ele tem ligações com outros grupos supremacistas. Após passar por audiência de custódia e ter o flagrante homologado, ele foi liberado.
Ao ser detido, o homem tentou se justificar alegando “liberdade de expressão”.

Leia também: Casa de filho de vítima do Holocausto é pichada na Itália

Ele foi enquadrado no artigo 20 da lei 7.716/89, que veda a distribuição ou veiculação de símbolos ou ornamentos que utilizem a cruz suástica ou gamada para fins de divulgação do nazismo .

Natural de São Paulo, ele já respondeu na Justiça catarinense por ameaça contra um ex-empregador e, em janeiro de 2019, teve um inquérito instaurado pelo Ministério Público catarinense por desacato contra policiais militares. Ele teria xingado agentes que atendem pelo telefone de emergência 190. Ele vive sozinho em São José e, segundo o delegado, ele próprio se definiu como “um lobo solitário”.

    Veja Também

      Mostrar mais