homem pensando arrow-options
Agência Pública
Glenn Greenwald

Com uma petição apresentada à 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, o jornalista Glenn Greenwald pediu à Justiça que a denúncia contra ele apresentada na última terça-feira (21) não seja aceita.

Mesmo protegido por decisão do Supremo Tribunal Federal, que impede que órgãos o investiguem por proteção a fontes jornalísticas, Glenn foi denunciado por associação criminosa e de interceptação informática sem autorização.

Leia também: New York Times diz que acusação a Glenn Greenwald é "ataque à imprensa livre"

Após denúncia, autoridades repudiaram a ação do ministério. Entre os nomes que se posicionaram contra a decisão estão a Ordem dos Advogados do Brasil e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Parte da imprensa internacional também repudiou a ação do MPF. O jornal The New York Times classificou a ação como um “ataque à imprensa livre” e até mesmo o jornalista Tucker Carlson, do canal conservador Fox News, elogiou a coragem de Glenn em permanecer no Brasil. “Ele é forte e determinado. Isso é algo a se admirar e nós o admiramos”, afirmou.

    Veja Também

      Mostrar mais