Polícia Militar do Paraguai faz buscas em torno do presídio em Pedro Juan Caballero, onde houve a fuga de 91 membros do PCC
Reprodução/Twitter
Polícia Militar do Paraguai faz buscas em torno do presídio em Pedro Juan Caballero, onde houve a fuga de 91 membros do PCC

O Departamento de Operações de Fronteira (DOF), divisão da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, prendeu um dos foragidos da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. A  fuga ocorreu na madrugada do último domingo na penitenciária que faz divisa com a cidade de Ponta Porã (MS). Inicialmente, autoridades paraguais afirmaram que 75 detentos fugiram - posteriormente, o número foi atualizado para 76.

Os detentos fazem parte do Primeiro Comando da Capital ( PCC ) e pelo menos 40 deles são brasileiros. O episódio causou uma crise no Paraguai - a ministra da Justiça, Cecilia Pérez, colocou seu cargo à disposição e, na manhã desta segunda-feira (20), trinta agentes penitenciários e o diretor do presídio em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, Christian González, foram presos e estão prestando depoimento  pela suspeita de facilitarem a fuga.

De acordo com o DOF, a prisão desta segunda-feira ocorreu após os militares reforçarem o policiamento após a fuga na unidade prisional. O homem detido tem 30 anos e é proveniente de Imperatriz, no Maranhão. Ele foi abordado por agentes na fronteira e, durante o depoimento confessou que fugira da penitenciária no Paraguai.

Leia também: Homem é encontrado carbonizado em agência bancária no centro de São Paulo

Ainda segundo o DOF, o acusado cumpria pena por tráfico de drogas e estava preso há quatro anos. Ele foi encaminhado à Delegacia da Polícia Civil de Ponta Porã. Na fuga, os criminosos utilizaram um túnel construído a partir de um dos banheiros das celas. Cinco caminhonetes utilizadas na fuga foram encontradas incendiadas em Ponta Porã, a uma avenida de distância de Pedro Juan Caballero. Apenas um prisioneiro foi impedido de sair da unidade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários