Tamanho do texto

Vítima é namorada do filho do subsecretário estadual de saúde Bruno Marini. Caso ocorreu quando carro passava pela Linha Vermelha, no Rio de Janeiro

carros arrow-options
Gabriel Monteiro/Agência O Globo
Caso ocorreu na linha vermelha

Uma bala de fuzil, calibre 556 , foi a responsável pelo ferimento em uma adolescente, de 17 anos, atingida no pescoço quando estava dentro de um carro, no último domingo, na Linha Vermelha. Foi o que revelou uma perícia, feita nesta segunda-feira, por peritos do Instituto Carlos Éboli, no Chevrolet Spin onde a jovem viajava .

De acordo com a Polícia Civil, a bala foi encontrada no interior do automóvel com deformações causadas pelo impacto, e em seguida, acabou sendo recolhida pelos peritos.

Leia também: Mais uma criança é vítima de bala perdida no Rio de Janeiro

Namorada do filho do subsecretário estadual de saúde, Bruno Marini, a garota viajava no banco traseiro do lado direito. Ela está iternada no CTI do Hospital Federal de Bonsucesso, com o quadro de saúde estável.

O Veículo era dirigido Cyntia dos Santos Ragge Marini, esposa do subsecretário. Além da jovem e de Cyntia, viajavam no carro dois filhos do subsecretário. Eles, no entanto, não tiveram ferimentos.

A Polícia já sabe que o disparo teria ocorrido quando veículo passava pela altura da Favela do Lixão, na pista sentido Rio, por volta das 11h30.

Leia também: Jovem é atingida por bala perdida no pescoço, na Linha Vermelha

Informações preliminares recebidas pela 59ª DP (Caxias) revelam que não houve tentativa de assalto e de abordagem ao veículo. Cynthia teria ouvido apenas o barulho do vidro traseiro estilhaçando, e em seguida, percebeu que a jovem estava ferida. Ela parou a Spin alguns metros adiante, próximo a um viaduto, na altura de Vigário Geral, onde pediu ajuda a outros motoristas.

PMs que estavam em uma patrulha, que passou pelo local pouco depois do fato, ajudaram as vítimas e levaram a adolescente para o Hospital federal de Bonsucesso.

O caso está sendo investigado pelo delegado André Leiras, da 59ªDP (Caxias).