Tamanho do texto

Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense abriu um inquérito policial para apurar o caso, ocorrido no bairro parque Esperança, em Belford Roxo

Menina arrow-options
Reprodução
Anna Carolina de Souza Neves foi atingida na sala de casa

Uma menina de 8 anos morreu após ser baleada em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, na noite desta quinta-feira. Identificada como Anna Carolina de Souza Neves, ela chegou a ser levada para o Hospital estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, mas não resistiu e morreu na madrugada desta sexta-feira, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde.

Leia também: 'Espírito' foi contratado para solucionar incêndios na Austrália, diz fundação

A Polícia Militar afirmou, em nota, que uma equipe do 39º BPM (Belford Roxo) realizava patrulhamento na  Avenida Joaquim da Costa Lima quando moradores pediram ajuda para socorrer a menina , que estava "com ferimentos provocados por projétil de arma de fogo". Não havia operação da PM na região naquele momento.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) abriu um inquérito policial para apurar o caso, ocorrido no bairro parque Esperança.

Segundo um levantamento feito pela plataforma Fogo Cruzado, a Baixada Fluminense concentrou um terço dos mortos a tiros no Grande Rio em 2019.

Do número total de tiroteios e disparos (7.365), 22% foram registrados na região que abrange os municípios de Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaguaí, Japeri, Magé, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Paracambi, Queimados, São João de Meriti e Seropédica.

Leia também: Frota chama Bolsonaro de "lixo humano" e diz que presidente não sabe ler

Os tiroteios vitimaram 770 pessoas na Baixada, das quais, 494 morreram, o que representa 33% do total de vítimas.