fachada de prédio com o nome instituto médico legal escrito
Google Street View/Reprodução
Caso investigado ocorreu no Instituto Médico Legal de Manaus

Um funcionário do Instituto Médico Legal de Manaus, no Amazonas, foi demitido após suspeitas de ter relação sexual com o cadáver de uma mulher que passava por procedimentos no local.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Estado afirmou que o homem, que era auxiliar de necrópsia do IML , foi flagrado "arrumando as calças enquanto descia subitamente de uma mesa de necropsia onde havia um cadáver" e que práticas de necrofilia por parte do homem são investigadas.

Leia também: Homem vai a necrotério se despedir da esposa e vê enfermeiro abusando do corpo

O rapaz já tinha sofrido outra sanção disciplinar no local por ter deixado o local durante expediente para assistir a jogo e voltado embriagado para trabalhar. A SSP ainda afirmou que o caso é investigado pela polícia e que o homem não trabalha mais no IML .

    Veja Também

      Mostrar mais