Tamanho do texto

Prisões aconteceram em Ilha Comprida, no litoral de São Paulo. Trio responderá por crime ambiental e terá que pagar mais de R$ 25 mil em multa

Tubarão morto na praia arrow-options
Divulgação/ Polícia Ambiental
Trio foi preso em Ilha Comprida, no litoral de São Paulo

Três homens foram presos em Ilha Comprida , no litoral de São Paulo, após capturarem um tubarão-touro – espécie ameaçada de extinção –, postarem foto com o animal morto e comerem sua carne.

Leia também: Morre mais uma vítima do incêndio do Hospital Badim

O animal foi pescado no dia 20 de novembro. Os pescadores postaram fotos do animal morto na areia de uma praia. O tubarão é da espécie cação-mangona, também conhecido como tubarão-touro ou tubarão-cinza, este último sendo o nome dado por pescadores do litoral paulista.

Ao tomar conhecimento da situação, cinco dias após a publicação das fotos, a Polícia Militar Ambiental Marítima começou a procurar o trio de pescadores . Após serem detidos, o trio confessou o crime e explicou que o tubarão ficou preso na rede de pesca que eles utilizavam.

Além de terem cometido crime ambiental, nenhum dos três pescadores possui a carteira de pescador profissional. Cada foi multado em R$ 8.400, totalizando R$ 25.200 mil em multas. O trio responderá em liberdade.