Grupo de brigadistas de Alter do Chão.
Divulgação
Grupo de brigadistas de Alter do Chão.

O delegado que acusou e prendeu quatro ambientalistas por suposto envolvimento com o incêndio que atingiu a área florestal de Alter do Chão foi afastado do inquérito. De acordo com o governador do estado, Helder Barbalho (MDB), a investigação sobre os incêndios será conduzida pelo diretor da Delegacia Especializada em Meio Ambiente, Waldir Freire.

Leia também: Advogado dos brigadistas de Alter do Chão conta detalhes sobre caso

Em um vídeo publicado em seu perfil no Twitter nesta quarta, Barbalho disse estar preocupado com o episódio e afirmou que a mudança na direção da investigação foi feita para que "tudo seja esclarecido da forma mais rápida e transparente possível". Confira abaixo  o tuíte do governador:

Entenda o caso

Na última terça-feira (26), quarto ambientalistas foram presos durante a Operação Fogo de Sairé, que está investigando a origem dos incêndios que atingiram a região florestal do Alter do Chão , em setembro. Segundo a polícia, o quarteto teria iniciado ateado fogo na floresta para filmarem suas ações de combate ao incêndio e conseguirem patrocínios para sua causa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários