Tamanho do texto

Secretaria de Educação do Distrito Federal afirmou que investiga situação e disse que docente era temporário na instituição de ensino da Asa Norte

quadro branco repleto de palavras arrow-options
Reprodução/Redes Socias
Quadro foi fotografado por alunos

Um professor temporário de uma escola pública da Asa Norte, no Distrito Federal, foi afastado das funções após imagens da lousa escolar na qual ele passou atividades para alunos viralizarem nas redes sociais.

Nas imagens, de uma tarefa passada para os estudantes do 6º ano, é possível ver o teor da redação sugerida pelo professor de português: escrever sobre polidez e transformações afetivo-sexuais na adolescência (pós infância).

Leia também: Dia de herói! Professor abraça aluno armado e evita tragédia em escola; assista

Após o tema da redação, o professor elencou alguns termos sexuais formais e informais no quadro. Entre eles, estavam “boquete”, “69”, “punheta” e “fio terra”. O quadro foi fotografado pelos alunos e revoltou alguns pais, que chegaram a reclamar do assunto com a instituição de ensino.

Em nota divulgada à imprensa, a Secretaria de Educação do Distrito Federal afirmou que a pasta investiga a situação e que, caso os fatos sejam comprovados, o contrato do professor será cancelado.