Tamanho do texto

Para o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) mandatos deveriam ser de cinco anos, sem possibilidades de reeleição e com voto distrital misto

Governador João Doria arrow-options
Divulgação/Governo do Estado de São Paulo
Doria refuta reeleição como governador de São Paulo.

João Doria (PSDB-SP) afirmou, nesta quarta (30), que não se candidataria outra vez ao cargo de governador de São Paulo, explicando que é contra reeleições. A declaração reforça a provável candidatura dele ao cargo de presidente em 2022.

Leia também: Ação da Polícia Militar termina com 17 mortos em Manaus

"O Brasil não aguenta eleição a cada dois anos, chega. Vamos fazer a reforma política”, diz Doria . Para o governador de São Paulo, os mandatos deveriam ser de cinco anos e sem possibilidades de reeleição e os candidatos deveriam ser eleitos por meio de voto distrital misto.

A reeleição foi criada durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Doria disse que o respeita, mas não concorda com a mediada.

Leia também: Repressão a protestos no Chile já deixou mais de 20 mortos e 9 mil presos 

"Sou contra e não vou me candidatar à reeleição”, diz. Apesar de diversas ações do governador de São Paulo sinalizarem que ele irá concorrer nas próximas eleições presidenciais , em 2022, Doria afirma que o debate presidencial antecipado corrói e que ainda não é hora para essa discussão.