Tamanho do texto

Corpo foi resgatado após quatro dias de busca, enquanto duas pessoas ainda continuam desaparecidas e sete foram resgatadas com vida

Socorristas fazendo a busca por corpos nos escombros arrow-options
Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará
Trabalhos de busca das vítimas continuam até que todas sejam retiradas dos escombros

O Corpo de Bombeiros confirmou a a morte de mais uma pessoa após a queda do edifício Andrea em Fortaleza , no Ceará , e, com isso, o número de já sobe para sete. Esse já é quarto dia de trabalho das equipes de resgate e até agora duas pessoas continuam desaparecidas. Sete pessoas foram resgatadas com vida.

A vítima foi identificada como Vicente de Paula Menezes, de 86 anos. Ele era casado com Izaura Marques Menezes, 81 anos, e pai de Roseane, de 55 anos. As duas também estão entre os mortos. Vicente também é avô de Fernando Marques, o primeiro sobrevivente retirado dos escombros.

Leia também: Reforma de prédio que desabou ainda não tinha começado, diz engenheiro

O edifício Andrea desmoronou na manhã da última terça-feira (15). Uma vistoria técnica realizada pela CAC Engenharia , uma das empresas consultadas para fazer os reparos nos pilotis do do prédio detectou pelo menos 135 falhas estruturais na construção em visita realizada no mês de setembro.

O engenheiro e dono da Alpha Engenharia, empresa escolhida para fazer o serviço no Andréa, estava no térreo do prédio na hora em que o desabamento ocorreu. José Andreson conseguiu fugir dos escombros e foi espontaneamente à delegacia para prestar esclarecimentos. Segundo ele, apenas a escovação dos ferros nas colunas à mostra foram feitos e a reforma estava prestes a iniciar.