Tamanho do texto

Casal que matou criança foi preso deitado sob árvore após corpo da menina ser encontrado dentro de casa. Os dois foram presos em flagrante pelo crime

duas fotos de pessoas presas arrow-options
Polícia Civil / Divulgação
Casal foi preso em flagrante por matar menina de dois anos

Uma criança de dois anos foi espancada até a morte pelo pai e pela madrasta na cidade de Ariquemes, interior de Rondônia. Segundo a Polícia Civil, Lauanny Hester Rodrigues foi abandonada pela mãe na casa do pai dela, William Monteiro da Silva, de 25 anos, há cerca de um ano. 

A polícia descobriu o caso após vizinhos ouvirem a criança sendo espancada e ligarem para a polícia e para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Quando chegaram no local, os socorristas já encontraram a menina sem vida.

Leia também: Madrasta envenena e mata enteada de 11 anos para conseguir herança

A polícia fez rondas na região e encontrou William com a esposa, Ingrid Bernardino Andrade, de 23 anos, deitados em uma prainha sob uma árvore junto com o filho deles, de apenas cinco meses de idade. O casal foi preso em flagrante e o bebê foi encaminhado ao Conselho Tutelar.

Em entrevista à Rede Amazônica, o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Camargo, afirmou que o pai da menina confessou que bateu nela duas vezes: a primeira, de madrugada, quando ele percebeu que ela tinha rasgado um saco de farinha de trigo. A segunda, pela manhã, quando acordou e viu que ela estava brincando em cima da mesa. Nenhum dos dois, porém, confessou o crime.