Tubarão e Surfista
Thomas Peschak
Desde 1992, foram registrados 64 ataques de tubarão nas praias de Recife.

Desde o começo dos anos 90, as praias de Pernambuco viraram alvos recorrentes de ataques de tubarões. Desde que o estado começou a contabilizar os incidentes envolvendo os animais, em 1992, foram registrados 64 ataques , que vitimaram 24 pessoas diferentes.  Isso levou a população local a se perguntar o que estaria motivando os ataques.

Leia também: Pescadores flagram ataque de tubarão-martelo nos EUA; imagens fortes 

Uma das possíveis explicações para o alto número de ataques nas últimas duas décadas é a construção do Porto de Saupe, localizado ao sul de Recife . Como os tubarões possuem  o hábito de seguir grandes embarcações, a existência do porto pode ter atraído mais animais para a região.

O aumento no número de ataques também pode ser atribuído à crescente pesca de camarão; já que, ao jogarem os restos da pescaria no mar, os pescadores acabam atraindo os tubarões para perto da costa. O grande número de banhistas e, principalmente de surfistas, também contribui para o aumento na quantidade de incidentes.

Leia também:Vídeo: Tubarão branco de seis metros escolta família durante passeio nos EUA

Principais responsáveis

Tubarão tigre
Albert Kok
O tubarão-tigre é um dos principais responsáveis pelos ataques em Recife.

Duas espécies de tubarão são responsáveis pela maioria dos ataques. O primeiro da lista é o tubarão cabeça-chata . Facilmente adaptável à água-doce, ele já foi encontrado nas águas do Rio Amazonas. Um exemplar adulto pode chegar a até três metros e meio de comprimento. O outro responsável pelos ataques é o tubarão-tigre . Podendo atingir incríveis seis metros de comprimento, essa espécie é conhecida pela violência de seus ataques.

Vítimas preferidas

Os surfistas são as vítimas preferidas dos tubarões. Para pegarem as ondas, os esportistas se deslocam até altas profundidades, onde ficam mais próximos aos tubarões. Os animais, por sua vez, confundem os seres humanos com animais e os atacam por engano.

Leia também: Vídeo: tubarão ataca mergulhador na Flórida; imagens fortes

Refeitório

A cerca de um quilometro da costa de Recife, existe um banco de areia com profundidade com até três metros de profundidade. Com esse banco, forma-se um canal com até oito metros de profundidade que serve de refeitório para os tubarões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários