Tamanho do texto

Agentes cumprem, na manhã desta terça-feira, 18 mandados de prisão temporária e 42 de busca e apreensão na cidade de São Paulo

Mala de dinheiro arrow-options
Divulgação/PF
Malas cheias de dinheiro foram encontrados durante a operação realizada nesta terça

A Polícia Federal (PF) cumpre, na manhã desta terça-feira (27), 18 mandados de prisão temporária contra supostos integrantes de uma organização criminosa que enviava drogas em navios para a Europa . Os agentes também realizam 42 mandados de busca e apreensão.

Leia também: Caso premeditado? Flordelis já sabia da morte do pastor antes de ser informada

Em um dos endereços, policiais da PF encontraram grande quantia em dólares americanos (US$ 2 milhões) e em reais (R$ 400 mil).

A investigação é fruto de uma prisão em flagrante feita em fevereiro deste ano. Os policiais federais encontraram nos celulares apreendidos diversos vídeos nos quais os protagonistas aparecem escondendo cocaína em contêineres de navios que iriam para a Europa .

A estimativa da Polícia Federal é de que a organização criminosa seria responsável pela remessa de mais de 6 toneladas de cocaína . Além disso, parte do grupo atuava na aquisição e ocultação dos bens adquiridos com o proveito do crime.

Além da prisão temporária, a 5ª Vara Federal de Santos também determinou o bloqueio de R$ 23 milhões. Os mandados são cumpridos em São Paulo , Santos, Guarujá, Itajaí, Balneário Camboriú, Campo Grande, e Salvador. A operação conta com a participação de 180 policiais federais.

Leia também: Menina de 11 anos entra em trabalho de parto na escola; pai suspeito de estupro

A operação foi batizada de Alba Virus , expressão que, em latim, significa vírus ou veneno branco, referência à cocaína. Os investigadores responderão por organização criminosa, tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico.