Tamanho do texto

Marcelo Madureira teve o microfone cortado após críticas ao governo

Marcelo Madureira arrow-options
Reprodução/Twitter
Marcelo Madureira é escoltado pela Polícia Militar

O humorista Marcelo Madureira foi expulso de um ato a favor do governo Bolsonaro no Rio de Janeiro, e precisou ser escoltado pelos policiais. “Não tenho medo de vaias. Votei no Bolsonaro e vou criticar todas as vezes que for necessário”, disse Madureira, antes de ter o microfone cortado. "Como justificar uma aliança dele com Gilmar Mendes para acabar com a Lava Jato?"

LEIA MAIS: Bolsonaro diz que sempre buscou diálogo com líderes do G7

Os protestos deste domingo (25) foram convocados pelo Movimento Vem Pra Rua em mais de 60 cidades. Entre as pautas dos apoiadores do governo, estão pedidos para que o presidente Jair Bolsonaro vete integralmente o projeto sobre abuso de autoridade, aprovado pela Câmara dos Deputados, e o impeachment do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

LEIA MAIS: Para agradar EUA, Bolsonaro critica maiores parceiros comerciais do Brasil

Foram registrados atos na manhã deste domingo, em Salvador, na Bahia; Belém, no Pará; Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Niterói, São José do Rio Preto, Araçatuba e Jundiaí, em São Paulo.

LEIA MAIS: Pronunciamento de Macron sobre Amazônia irrita apoiadores de Bolsonaro

Em Brasília, os manifestantes ergueram bonecos infláveis no gramado em frente ao Congresso Nacional. Os manifestantes também levantam cartazes em apoiam ao ministro da Justiça, Sergio Moro , e ao procurador da República, Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato.