Morcegos atacam
Reprodução/Trond Larsen
Morcegos atacam


A coordenadoria de Vigilância em Saúde ( Covisa ) divulgou que casos de mordidas de morcegos aumentou 700% em 2018 no bairro de Cidade Tiradentes, na Zona Leste de São Paulo. 

O aumento é em comparação ao mesmo período de 2018. Segundo o órgão, ano passado sete pessoas foram atendidas por mordidas do animal na Unidade de Vigilância em Saúde (UVIS). Em 2019 o número saltou para 56 apenas no bairro. 

Leia também: Conheça o morcego gigante que pode chegar a dois metros de envergadura

 Os ataques ocorreram em sua maior parte na área de Proteção Ambiental ( APA ) do Iguatemi. Lá, habitat natural dos morcegos, evangélicos sobem para orar. 

Ainda segundo com informações da Covisa repassadas ao G1, na capital paulista o número de incidentes aumentou.  Enquanto que 2018 foram registrados 106  ataques dos animais, até agosto de 2019 já foram registradas 164 ocorrências desse tipo, incluindo as 56 de C idade Tiradentes .

Os animais podem transmitir doenças, principalmente o vírus da raiva . Os efeitos da mordidam perpassam náuseas, alterações de comportamento – confusão mental, desorientação, agressividade, alucinações. Mas também podem ter espasmos ao sentir água ou vento - hidrofobia, mal-estar geral, dor de garganta e aumento da temperatura. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários