Dois frames com mulher antes de ser escalpelada
WHATSAPP/REPRODUÇÃO
Vídeos registraram momento anterior ao escalpelamento da mulher em kart no Recife

Após acidente de kart que deixou jovem sem o couro cabeludo no último domingo (11) na Zona Sul do Recife, duas pistas de corrida da cidade nordestina foram interditadas pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon).

A primeira pista a ser fechada foi a Adrenalina Kart Racing, palco do acidente , ainda na segunda-feira. O motivo apontado pelo Procon foi o risco à vida dos consumidores. Os proprietários do local têm até dez dias para apresentar defesa.

Leia também: Mulher tem couro cabeludo arrancado em acidente de kart 

Na terça-feira (13), uma pista localizada no bairro da Torre, Zona Oeste da cidade, também foi interditada pelo Procon por estar com o alvará de funcionamento do Corpo de Bombeiros vencido desde 2017. “Estamos interditando porque coloca em risco a vida das pessoas, especialmente de crianças. O local ficará fechado por tempo indeterminado até regularizar a documentação", contou o secretário de Justiça de Pernambuco, Pedro Eurico.

Estado de saúde da vítima

Débora Stefanny Dantas de Oliveira, de 19 anos, teve todo o couro cabeludo arrancado entre pálpebras e a nuca após o cabelo dela prender na engrenagem de um kart. Ela foi encaminhada às pressas por familiares e amigos ao Hospital da Restauração e passou por um procedimento cirúrgico delicado para reimplantação da área atingida.

Segundo o médico responsável pela cirurgia, Jonathan Vidal, cerca de 80% do couro cabeludo de Débora foi reaproveitado e ela conseguia se comunicar com amigos e família na tarde da segunda. No fim do dia, porém, ela precisou passar por nova cirurgia após apresentar um quadro de trombose na área afetada.

A jovem deve passar por mais cirurgias ao longo da semana e deve ficar com cicatrizes por causa do ocorrido. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários