Tamanho do texto

Casal estava em carro que foi abordado pela polícia após pedido de jovem. Dentro do camburão, buquê de flores e alianças foram usados para pedido

Rapaz estava com namorada quando foi propositalmente abordado pela polícia e fez proposta de casamento arrow-options
Polícia Militar do MS / Divulgação
Rapaz estava com namorada quando foi propositalmente abordado pela polícia e fez proposta de casamento

Em conluio com a Polícia Militar da cidade de Conxim, no Mato Grosso do Sul, o jovem Luan Felipe dos Santos, de 23 anos, fingiu ser preso para pedir a namorada , Ana Carolina Longo Azevedo, em casamento na noite do sábado (2).

Segundo a PM, Luan foi até o 5º Batalhão da Polícia Militar para pedir ajuda e “ser preso” antes de pedir a namorada em casamento. O casal estava em um carro de um amigo e foi abordado pelo camburão da PM assim que saiu de um restaurante.

Leia também: Noiva finge câncer terminal para ter despesas de casamento pagas

Propositalmente, durante uma revista de rotina, os policiais encontraram um simulacro de entorpecentes e deram voz de prisão ao casal. 

“Ao ser conduzido até o camburão ele pegou um buquê de flores, indo entregar à futura mulher, tirando o par de alianças e pedindo-a em casamento, sendo prontamente aceita”, detalha nota oficial enviada pela PM.

Segundo a polícia , apenas seis ocorrências foram registradas na cidade naquele dia, nenhuma delas no horário do inusitado pedido.