Tamanho do texto

Parlamentar do PSD voltou a Brasília para votar a favor da Reforma da Previdência; investigação sobre assassinato de Anderson do Carmo continua

Flordelis arrow-options
Reprodução
Filhos de Flordelis monitoram mensagens na rede social da deputada

Os filhos da deputada federal Flordelis (PSD), agora, cuidam de seu Twitter. “Como a nossa Flor está recebendo muitas mensagens negativas, nós, os filhos dela, decidimos filtrar as mensagens e repassar apenas as positivas”, escreveram.

Leia também: Após 'fuga' de irmãos, filha de Flordelis vê família rachada: "Máscaras caíram"

Como antecipou a Coluna no domingo, a parlamentar retornou à Câmara ontem para votar a favor da Reforma da Previdência. Flordelis não ia a Brasília desde a morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, assassinado na casa da família, em Niterói, no dia 16 de junho.

O marido de Flordelis, o pastor Anderson do Carmo, foi brutalmente assassinado no mês passado, em sua própria casa, sendo vítima de 16 tiros de arma de fogo. As investigações sobre o caso continuam há semanas, mas não há nenhuma conclusão ainda. Outros filhos do pastor e a própria Floderlis são alvos de investigação. O possível motivo para o crime seria uma relação extraconjugal da vítima.