Tamanho do texto

Menino de 6 anos e adolescente de 13 estavam desaparecidos desde quinta-feira; a mãe deles e outros três filhos dela também não resistiram

Camaragibe
Reprodução/Camaragibe Agora
Equipes dos Bombeiros e Defesa Civil juntam esforços para resgatar vítimas da queda da barreira em Camaragibe, Pernambuco.

Depois de mais de 50 horas de trabalhos de busca, os bombeiros encontraram os corpos de dois irmãos que estavam soterrados desde as fortes chuvasde quinta-feira em Camaragibe, no Grande Recife . Na manhã daquele dia, os jovens não conseguiram fugir do deslizamento de uma barreira, que atingiu ao menos três casas da área. Com o resgate dos corpos, subiu para nove o número de vítimas dos temporais na Região Metropolitana. 

Leia também: Cinegrafista morre no Rio vítima de bala perdida após confronto entre facções

Ítalo Wengel de Souza, de 13 anos, e Lucas Ricardo da Silva, de 6 anos, estava desaparecidos desde quinta-feira na Segunda Travessa Bom Jesus, no Bairro dos Estados. O mais novo teve o corpo encontrado por volta de 19h30 de sábado e o mais velho, às 1h30 deste domingo. O menino e o adolescente eram filhos de Edilene da Conceição, de 30 anos, que também morreu por contas das chuvas .

O temporal começou por volta das 2h da manhã da última quinta-feira. De acordo com a prefeitura, o volume registrado em 12 horas (186 mm) equivaleu ao previsto para duas semanas nesta época do ano.

Ainda não há informações sobre o horário e o local do enterro dos jovens. No total, 20 bombeiros trabalharam na operação de buscas pelos corpos deles.

O colapso da barreira em meio às fortes chuvas matou outros três filhos de Edilene da Conceição. Eles foram identificados, de acordo com o G1, como Cauã Ricardo da Silva, de 8 anos; Bianca Maria Conceição de Albuquerque, de 3 anos; e Beatriz Maria Conceição de Albuquerque, de apenas 11 meses. Os corpos foram achados na sexta-feira.

Também morreu soterrado no mesmo local Edvaldo Ferreira da Silva Filho, de 23 anos. A mulher dele, Larissa Lafayete Ribeiro, de 20 anos, foi resgatada viva e está estável, apesar dos ferimentos no fêmur e no quadril.

Em outro deslizamento de terra, a adolescente Maria Gabriela de Souza, de 17 anos, morreu em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife . A mãe e os dois irmãos mais novos da jovem, além de outra criança de 11 anos, foram socorridos no incidente do bairro de Jardim Monteverde e passam bem.

Uma mulher de 34 anos morreu ao entrar com o carro no Túnel Josué de Castro, inundado pela chuva, por volta de 20h30 de quinta-feira, no bairro de Pina, em Recife. O veículo afundou. Duas outras mulheres que estavam no carro conseguiram escapar, mas a vítima, identificada como Mirelle Paula da Silva , não sabia nadar e se afogou.

De acordo com a Prefeitura , a condutora do veículo ignorou a sinalização, apresentava sinais de embriaguez e se recusou a realizar o teste do bafômetro. Ela teve a carteira de habilitação (CNH) retida e foi conduzida por policiais militares à Delegacia de Boa Viagem, onde a ocorrência foi registrada.

Neste sábado, os corpos das cinco primeiras vítimas identificadas foram enterrados no cemitério de Camaragibe.

Leia também: Marido da deputada Flordelis é executado dentro de casa em Niterói

Segundo informações da Prefeitura de Recife, foram registradas 24 mortes na cidade decorrentes de deslizamentos entre 2001 e 2012. Em 2013 e 2014, o Recife não registrou nenhuma morte. Entre 2013 e 2019, foram cinco — nenhuma em 2018 e 2019. Neste ano, para a Operação Inverno, que se dedica a mitigar os efeitos das chuvas , foram destinados R$ 81 milhões em recursos públicos.