Tamanho do texto

Decano da Folha de S. Paulo era colunista e membro do Conselho Editorial do jornal paulista; jornalista morreu após sofrer um infarto semana passada

Clóvis Rossi
Divulgação
Clóvis Rossi morreu na madrugada desta sexta-feira; ele se recuperava de um infarto sofrido na semana passada

Morreu na madrugada desta sexta-feira, aos 76 anos, o jornalista Clóvis Rossi, decano da redação do jornal Folha de S. Paulo . Segundo o diário paulista, que confirmou a perda nesta manhã, o colunista estava em casa, em São Paulo, em recuperação de um infarto sofrido na semana passada.

Leia também: Jornalista preso em Moscou acusado de tráfico é internado após passar mal

Uma das filhas de Clóvis Rossi , Cláudia Rossi contou ao também jornalista Juca Kfouri que o pai passou mal nesta sexta-feira e não resistiu. O diretor de redação da Folha de S. Paulo  Sérgio Dávila, destacou que o jornalismo brasileiro perdeu "um de seus principais e mais premiados repórteres".

"Certamente o mais experiente. Clovis era admirado por gerações de profissionais por sua independência de pensamento, disposição e rapidez no trabalho e qualidade de cobertura. Vai fazer muita falta", afirmou Dávila.

Leia também: Jornalista do New York Times deixa Colômbia após denúncias contra o exército

O velório será realizado nesta sexta-feira, a partir das 16h, no Cemitério Gethsêmani, em São Paulo. O jornalista será enterrado no sábado, às 11h. Clóvis Rossi deixa mulher, com quem se relacionava há mais de 50 anos, três filhos e três netos.