Tamanho do texto

Domingos Montagner morreu em setembro daquele ano, ao se afogar no rio São Francisco; criminoso também usou nome de outras 12 pessoas mortas

IstoÉ

Homem tinha linha telefônica em nome do ator Domingos Montagner e de outros 12 mortos
Divulgação/Arquivo Pessoal
Homem tinha linha telefônica em nome do ator Domingos Montagner e de outros 12 mortos

O homem de 50 anos indiciado por estelionato por possuir uma linha telefônica em nome do ator da Globo Domingos Montagner , morto em setembro de 2016 após se afogar no Rio São Francisco, também usou dados de outras 12 pessoas mortas, segundo a polícia informou. Ele foi preso na quinta-feira (6), em Sorocaba, interior de São Paulo.

Leia também: Polícia prende sete suspeitos por estelionato em operação no Rio de Janeiro

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e o Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) chegaram até o suspeito após uma empresa de telefonia identificar que na casa dele constavam vários pedidos de instalações de planos de telefone, internet, TV a cabo e celular. Ainda segundo a polícia, foram encontrados cartões de crédito, notebooks e documentos que comprovam a fraude .

Leia também: Polícia prende hacker suspeito de estelionato no Rio